Como prevenir o câncer de mama

Um dos maiores medos que acometem as mulheres acima de 40 anos de idade é o temido câncer de mama. Campanhas de conscientização são feitas há vários anos, tanto que quase todo mundo já ouviu falar no auto-exame da mama. Mesmo assim, será que só o auto-exame ajuda a prevenir?

Como prevenir o câncer de mama
Como prevenir o câncer de mama

Como prevenir o câncer de mama

Na verdade, a prevenção do câncer do mama não é algo completamente possível devido à multiplicidade dos fatores envolvidos. Além do mais, fatores como histórico familiar ou predisposição genética não podem ser mudados ou melhorados. Mesmo assim, existem algumas dicas que você pode seguir para diminuir os riscos e assim se preocupar menos. Continue conosco!

Faça check-ups regularmente

O auto-exame é um passo importante na prevenção, mas mesmo assim não deixe de consultar o seu ginecologista e fazer os exames necessários. Aliás, o ideal é fazer um check-up geral, para verificar suas condições gerais de saúde. Como veremos a seguir, muitos dos fatores de risco para o câncer de mama são também fatores de riscos para outros tipos de câncer e para outras doenças também.

Evite cigarro e álcool

Muitas pessoas ainda costumam associar o cigarro apenas ao câncer de pulmão, mas na verdade o cigarro pode provocar praticamente todos os tipos de câncer possíveis – inclusive o de mama! O consumo excessivo e contínuo de álcool também provoca efeitos nefastos em todo o organismo. Portanto, evite ao máximo esses dois fatores de risco.

Pratique exercícios com regularidade

A prática de exercícios físicos pode ser uma aliada na prevenção do câncer de mama. Os benefícios dessa prática podem ser sentidos em várias áreas da vida – aumenta a disposição, melhora o sono, e traz inúmeros outros benefícios.

Mantenha uma alimentação balanceada

A alimentação também não pode ser deixada de fora. Existem muitos estudos e teorias tentando comprovar a ligação entre alimentos processados e diversos tipos de cânceres. O câncer de mama também pode surgir em decorrência de uma alimentação ruim. Dê preferência a produtos orgânicos e não-processados e evite frituras e industrializados.

Faça Terapia de Reposição Hormonal apenas em casos estritamente necessários

Diversas pesquisas e estudos vem apontando uma relação entre a Terapia de Reposição Hormonal – ou TRH – e o aumento nos casos de câncer de mama. Os hormônios progesterona e estrogênio possuem como função auxiliar no desenvolvimento dos órgãos sexuais femininos e, em face disso, eles estimulam as células mamárias normais. Consequentemente, os hormônios também irão estimular células cancerígenas, caso estas estejam presentes na mama. Mesmo assim, em alguns casos, a TRH é necessária para a regulação dos sintomas da menopausa. O que fazer então? Caso seja realmente necessário, a TRH pode ser feita – preferencialmente pelo menor tempo possível e com acompanhamento médico estrito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *